domingo, 6 de setembro de 2009

João Vieira - 1934-2009

João Vieira
Morreu ontem, aos 74 anos, o pintor João Vieira, que conheci pessoalmente. Pai do músico Manuel João Vieira e conhecido como fundador do grupo KWY, a que pertenceram artistas plásticos como René Bertholo, Christo, Jan Voss ou José Escada.

Nascido em Vidago, concelho de Chaves, a 4 de Outubro de 1934, estudou pintura na Escola Superior de Belas Artes, Lisboa, mas não foi além dos dois primeiros anos, desistindo do curso para prosseguir uma carreira promissora. Frequentou o Café Gelo, politicamente conotado com a oposição ao regime de Salazar e frequentado por artistas do movimento Surrealista.

Em 1957 partiu para Paris com uma bolsa da Gulbenkian para estudar pintura sob a orientação de Arpad Szènes, marido da portuguesa Maria Helena Vieira da Silva. Ligado ao teatro (na década de 60 trabalhou como cenógrafo).

João Vieira realizou inúmeras exposições individuais e preparava, na sua casa em Anelhe, uma exposição retrospectiva para a Cordoaria Nacional. Não resistiu a uma operação ao coração e morreu ontem, em Lisboa, no Hospital de Santa Marta.

João Vieira foi, durante alguns anos, Presidente da ARCA (associação recreativa e cultural de Anelhe). Em Setembro de 2008 durante as comemorações dos 50 anos de sacerdócio do Padre Arnaldo, pároco desta freguesia foi preparado um espectáculo teatral encenado por Fernando Mora Ramos, da companhia Teatro da Rainha. A peça “O Soldado Vigilante”, baseada no texto de Cervantes, conta a história de um soldado e de um sacristão auxiliar da paróquia que disputam o amor da mesma mulher, uma empregada numa casa da terra. Este espectáculo, exibido ao ar livre, contou com a participação de João Vieira na cenografia e nos adereços e do filho, Manuel João Vieira, na música. Aqui fica a reportagem da SIC para recordarmos...

Obrigado João Vieira

3 comentários:

lobo da silva disse...

Era natural de Anelhe ou Vidago ?
Fui informado que tinha nascido em Vidago

Anónimo disse...

Caro Amigo Lobo da Silva,
Não nasceu em Vidago mas sim em Anelhe. Aos 4 anos foi para Lisboa com os pais. A família Vieira tem casa em Anelhe. Há muita gente a dizer que nasceu em Vidago porque Anelhe é, como sabemos, desconhecido para muita gente, infilzmente!
Um abraço,
Júlio

Joana disse...

Caro Julio,

Desde já obrigado. Mas tenho que o corrigir: o meu pai nasceu mesmo em Vidago e não em Anelhe (se bem que a nossa casa seja em Anelhe).

Melhores cumprimentos,

Joana Vieira