segunda-feira, 15 de junho de 2020

As águas de Vidago segundo Ramalho Ortigão | 1875

Descrição das Águas de Vidago segundo Ramalho Ortigão no seu livro "Banhos de Caldas e Aguas Mineraes" publicado em 1875.



AGUAS DE VIDAGO

Vidago é uma bonita aldeia no fertil e pittoresco valle de Oura, a meio caminho entre Chaves e Villa Pouca d'Aguiar, no concelho de Chaves, districto de Villa Real. A principal casa da povoação é o Grande Hotel de Vidago, que recebe hospedes de tres classes pelos preços de 1$200, 1$500 e 2$250 reis por dia.

Entre as casas particulares que recebem hospedes a preços modicos figuram como mais conhecidas a das Aurélias e a do Simão. Junto do Grande Hotel, que pertence a empreza das aguas,tem esta um hotel mais pequeno em que há um estabelecimento de banhos thermaes. As aguas bebem-se nas nascentes pelo preço de 1$5000 reis por toda a estação. No Grande Hotel há sala de musica e bilhar. A empreza esta formando alamedas para se passear a sombra e projecta a construcção de um casino e de um pavilhão no logar das nascentes.
Proporcionam-se aos viajantes passeios em bote e partidas de pesca no Tâmega, que passa a dois kilometros de Vidago, e faceis digressões de recreio a Chaves e a fronteira hispanhola.
O meio mais facil de transporte é o que se faz pelo Porto na Mala-Posta ou na diligencia de Raymundo da Natividade, a qual sae do Porto às 4 horas da tarde, chega a Villa Real no dia seguinte das 8 para 9 horas da manhã e gasta d'ahi a Vidago cerca de 7 horas. De Villa Real para Vidago encontra quem quizer deixar a diligencia ou a mala-posta carruagens a preços commodos.
Em Vidago há duas carruagens de aluguel para as digressões nos suburbios.
A aldeia tem correio diario e estação telegraphica durante a estação das aguas.
Das propriedades physicas da agua de Vidago diz o doutor Agostinho Vicente Lourenço o seguinte:
A agua de Vidago observada na fonte ou recolhida n'um copo é limpida e transparente, sem cheiro sensível e de um gosto agradavel, levemente salobro e um pouco picante como as aguas de Seltz. A agua desenvolve na fonte uma grande quantidade de acido carbonico; o gaz dissolvido na agua é tão abundante que agitando um pouco d'este liquido recentemente colhido n´uma garrafa faz saltar a rolha como a agua de Seltz. A evaporação espontanea da agua e a perda do acido carbonico precipitam na superficie da fonte efilorescencias salinas brancas, formadas pela maior parte de carbonatos de soda e de cal. A agua exposta ao ar ou abandonada em frascos mal fechados turva-se, depondo um precipitado de carbonato de cal; a sua acção sobre os papeis reagentes é fracamente alcalina. A nascente é fria; a sua temperatura é de 19° Reaumur ou 23°,8 centrigrados.



A casa das Aurélias a que o autor se refere, ainda hoje existe o edifício na Rua Gen. Sousa Machado. Quanto à casa do Simão ainda não descobri onde ficaria situada.

(Antiga Casa das Aurélias | Foto Junho 2020)






Um abraço e até breve...

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Dia Mundial da Criança | Vidago


No século passado, ser criança em Vidago ou noutras aldeias de Portugal, a imaginação era a líder de todas as brincadeiras. Com um calor abrasador ou com chuva miudinha, a diversão só acabava quando o Sol começava a por-se e as mães iam à janela chamar para jantar. E os putos lá regressavam a casa com a roupa numa desgraça e a cara cheia de terra como testemunhos de um dia bem passado na rua. 

Ser criança em Vidago, também, era andar descalço e vestido com roupa remendada porque nem todos os pais tinham meios financeiros para comprar roupa e calçado. 


(Bilhete postal de 1942)


(Fotografia original de 1952)


Gostaria de terminar com uma pequena homenagem às nossas crianças com um poema de Álvaro de Campos:

Depus a máscara e vi-me ao espelho.
Era a criança de há quantos anos.
Não tinha mudado nada...
É essa a vantagem de saber tirar a máscara.
É-se sempre a criança,
O passado que foi
A criança.
Depus a máscara e tornei a pô-la.
Assim é melhor,
Assim sou a máscara.
E volto à personalidade como a um terminus de linha.



Um abraço e até breve...

domingo, 24 de maio de 2020

Vidago Palace Hotel na hora da despedida

De volta ao nosso ex-libris, o Vidago Palace Hotel, com uma fotografia representativa do momento em que hóspedes se despedem de umas férias termais.






Um abraço e até breve...

sexta-feira, 15 de maio de 2020

Praia de Vidago em 3 fotografias

A Praia de Vidago era o lugar predilecto de muitos aquistas e vidaguenses nos meses de verão. Este lugar proporcionava agradáveis passeios e banhos, sempre frequentado por numerosos grupos de pessoas que procuravam desfrutar de um ambiente consolador e ameno daquele recanto.

Hoje, quando volto a casa, olho para o Tâmega calmo, sereno e adormecido. Respiro os ares lavados da montanha ficando com uma sensação de conforto e bem-estar.












Foste praia fluvial
Em tempos cosmopolitas
Onde de todo o Portugal
Recebias elegantes visitas!
De merendas e burricadas
Se fazia uma linda festa
E com as barrigas saciadas
Dormia-se uma bela sesta!

                          (Floripo Salvador)




Um abraço e até breve...

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Estrada Nacional 2 (N2) | 75 anos

A Estrada Nacional 2 foi inscrita no Plano Rodoviário Nacional a 11 de Maio de 1945, há precisamente 75 anos.

Esta inscrição transformou-a na coluna dorsal do interior do País, ligando-o de Chaves a Faro, numa extensão de 739,260 km.

É uma das únicas três estradas no mundo e a única na Europa com a sua tipologia, sendo que a “Route 66” está localizada nos EUA e a “Ruta 40” na Argentina.

Esta via permite descobrir, sentir e conhecer 11 distritos e 35 concelhos do País.

Em 5 de Novembro de 2016, foi constituída a Associação de Municípios da Rota da Estrada Nacional 2 (AMREN2), com o objectivo de promover os territórios atravessados por esta mítica estrada.

Para comemorar estas bodas de diamante, deixo aqui algumas imagens relacionadas com a N2.



(N2 no seu início | saída de Vidago norte-sul | foto Alves )


(N2 atravessando a vila de Vidago)


(N2 que também serviu para as famosas burricadas | saída de Vidago sul-norte)



Pela EN2 numa pão de forma | João Catarino

Em 2010 é lançado o livro EN2 da autoria do prof. João Catarino. Este livro é uma espécie de novela gráfica da viagem de cinco dias de João Catarino, um professor de desenho e de design gráfico.


(Capa e contra-capa EN2 | Livraria Fernando Machado 1922 ex.)


Passagem por Vidago (pág. 26 a 33)


(Páginas 26 e 27 | colaborei em todas as referências a Vidago)


Neste momento a N2 mostra-se assim à entrada norte-sul da vila.

(fotografia B&W de Júlio Silva | Maio de 2020)



Um abraço e até breve...

quarta-feira, 6 de maio de 2020

Golfe em Vidago

Para todos os amantes de golfe, principalmente vidaguenses, um bom regresso aos campos para a prática desportiva recreativa e não competitiva da modalidade. 


(Campo de Golfe do Vidago Palace Hotel)




(Campo de Golfe do Vidago Palace Hotel)


(Campo de Golfe do Vidago Palace Hotel)

(Campo do Clube de Golfe de Vidago - Lugar da Camba)





Um abraço e boas tacadas! 

terça-feira, 5 de maio de 2020

Vidago a cores | 1984

Conforme o meu anterior post publico as últimas três fotografias da antiga empresa "Estúdios Tavares da Fonseca, Lda.", registadas em Vidago no ano de 1984.

Alexandre Tavares da Fonseca como repórter fotográfico, trabalhou no "O Comércio do Porto" e no Jornal de Notícias. Foi também inventor e cineasta.

(Vidago Palace hotel | CPF)



(Campo de golfe do Vidago Palace hotel | CPF)




(Vidago Palace hotel | CPF)




Um abraço e até breve...

sábado, 2 de maio de 2020

Vidago a cores | 1984

Desta vez vamos fazer marcha atrás até 1984. As três fotografias que hoje publico, todas de 1984, pertenceram à antiga empresa "Estúdios Tavares da Fonseca, Lda.".

A empresa "Estúdios Tavares da Fonseca, Lda". foi fundada em 1955 pelo fotógrafo Alexandre Tavares da Fonseca, nascido em Oliveira de Azeméis, a 12 de Setembro de 1908 e faleceu nos anos 90.

Os bens patrimoniais, fotografias e diverso equipamento fotográfico da empresa, ficaram afectos ao Ministério da Cultura, através do CPF - Centro Português de Fotografia, em 15 de Outubro de 1998.


(Vista geral sobre a vila de Vidago e o Vale da Ribeira de Oura | CPF)


(Vidago Palace hotel | CPF)




(Antiga piscina do Vidago Palace Hotel | CPF)



No próximo post publicarei mais três fotografias desta antiga empresa.



Um abraço e até breve...

terça-feira, 28 de abril de 2020

Antiga Casa António Fraga | 1927

Estávamos em pleno verão de 1927, mais precisamente dia 10 de Julho, quando o comerciante Sr. António Alípio Alves Teixeira Fraga, escreveu um bilhete postal para um dos seus fornecedores do Porto. O Sr. António Fraga precisava de um aparelho ortopédico para um menino seu cliente. Para esse efeito, recorria ao seu fornecedor "Albino Pinheiro Xavier", cujo estabelecimento continua de portas abertas na Rua dos Caldeireiros, nº 161 a 165. A firma "Albino Pinheiro Xavier", hoje designada "Albino Pinheiro Xavier, filhos", dedica-se à venda a retalho de produtos médicos e ortopédicos desde do século XIX.






(Recorte de anúncio publicado no antigo semanário "O Imparcial" | edição de 4 de Dezembro 1899)



António Alípio Alves Teixeira Fraga foi comerciante de relevo na sua época, gestor hoteleiro, Juiz de Paz, e a ele se ficou a dever a primeira edição de bilhetes postais ilustrados de Vidago. Faleceu em 1942.



Um abraço e até breve...

sexta-feira, 24 de abril de 2020

Banhos de Caldas e Águas Minerais - Ramalho Ortigão


Banhos de Caldas e Águas Minerais - Obra de Ramalho Ortigão, ilustrada com desenhos de Emílio Pimentel, prefaciada pelo folhetinista Júlio César Machado e publicada em 1875, oferece um roteiro pelas várias estações termais, inclusive Vidago, e uma descrição das diferentes águas medicinais portuguesas, antecedidos por uma série de preceitos acerca dos tratamentos termais.

Para aceder à primeira edição, basta clicar em Banhos de Caldas e Águas Termais




Um abraço e boas leituras...