quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Rali Alto Tâmega


Uma das novidades mais marcantes deste ano do Campeonato de Portugal de Ralis é a inclusão do Rali Alto Tâmega no calendário. Esta prova se disputará de 4 a 6 de Setembro e cuja a organização ficará à cargo, novamente, da CAMI Motorsport.
Até lá, ficam estas fotografias de alguns pilotos que participaram em anteriores edições deste mítico rali. 

(Carlos Bica e Fernando Prata | Lancia 037)

(Carlos Bica e Fernando Prata | Lancia Delta Integral 16V)

(António Coutinho e José Luís Nascimento | Toyota Celica GT-4)

(Pedro Leite Faria e Rui Bevilacqua | Ford Sierra RS Cosworth)

(Gualberto Marques e Paulo Mendes | Ford Sierra RS Cosworth)

(Fernando Peres e Ricardo Caldeira | Ford Sierra RS Cosworth)



Um abraço e até breve...

sábado, 14 de dezembro de 2019

Boas Festas 2019


"Boas Festas em Vidago"



(Imagem retirada do Almanaque de Vidago | Dez 1909)





Melhor do que todos os presentes por baixo da árvore de Natal é a presença de uma família feliz.


Feliz Natal e  Próspero Ano Novo


são os votos do Blog "Meu Vidago"

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Mercado em Vidago | Mota Urgeiro

A publicação de hoje é dedicada ao impressionismo em Portugal, mais concretamente ao pintor Mota Urgeiro.

Joaquim Mota Urgeiro nasceu no concelho do Fundão, na aldeia da Barroca, em 1946. Aí frequentou a escola primária, de onde saiu para o Seminário do Verbo Divino. O internato no seminário proporcionava, pois, um ambiente propício à descoberta e prática, tendo sido aos 15 anos que a pintura se revelou parte da sua vida. Passou pela aguarela, mas é na pintura a óleo que consegue transmitir os sentimentos e emoções das paisagens que o inspiram.

Na sua obra, como um reflexo da sua vida, encontramos a tranquilidade das paisagens naturais e da vida no campo, principalmente das actividades rurais e ainda rudimentares, e o fascínio dos contrastes citadinos, todos pautados por jogos calados de sombra e de luz.

E uma das suas obras leva-nos até ao Largo do Olmo, onde o pintor retratou um dia de mercado.

(Pintura a óleo sobre madeira, assinada, título "Mercado em Vidago", com 24X30 cm)


Joaquim Mota Urgeiro é considerado o expoente máximo do impressionismo em Portugal, como reconhecimento pela qualidade artística das suas obras de arte, foi premiado com a Medalha de Ouro da Sociedade Nacional de Belas Artes em 1973. Vive, actualmente, no Algarve, concelho de Lagoa.


(Pintura a óleo, título "Rio Tâmega - Chaves", com 70X90 cm)


Mais um motivo de orgulho para a nossa região, quando sabemos que artistas se inspiraram com a beleza e sossego das nossas aldeias e paisagens.



Um abraço e até breve...

sábado, 30 de novembro de 2019

Estudo de alçado, corte e plantas de pavilhão da Fonte nº 2A | Arquitecto Silva Júnior



(Bilhete postal da edição "Empreza das Águas de Vidago" | não circulou)


(Fotografia Fonte 2-A ou nº 3 | década de 80)



Um abraço e até breve...

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Projecto de balneário para as termas de Vidago | Arquitecto Silva Júnior

Projecto inicial e alterações de balneário nas termas de Vidago publicado na revista "A Arquitectura Portuguesa", 1915-05, 1915-07.

(Projecto de balneário)


(Alçados, corte e detalhe do balneário)


(Alçados e corte do balneário)

(Plantas e corte do balneário)


Fonte: Imagens do arquivo da Câmara Municipal de Cascais

(Bilhete postal da edição do "Bazar das termas" - Vidago | não circulou)



Um abraço e até breve...

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Projecto de Vidago Palace Hotel | Arquitecto Silva Júnior

No seguimento da publicação anterior sobre o Arq. Silva Júnior e seus projectos, hoje é a vez de mostrar-vos o projecto do Vidago Palace Hotel, inicialmente do arquitecto Ventura Terra, e posteriormente adaptado pelo Arq. Silva Júnior, cuja a obra ficou a cargo da empresa Construtora do Porto.


(Alçado principal do Vidago Palace Hotel | 1905)


(Alçado posterior do Vidago Palace Hotel)

(Perfis, cortes e planta de depósito de água para abastecimento do Vidago Palace Hotel)




Fonte: Imagens do arquivo da Câmara Municipal de Cascais



Um abraço e até breve...

domingo, 17 de novembro de 2019

Comboio descendente | Zeca Afonso

Comboio descendente

No comboio descendente
Vinha tudo à gargalhada.
Uns por verem rir os outros
E outros sem ser por nada
No comboio descendente
De Queluz à Cruz Quebrada...

No comboio descendente
Vinham todos à janela
Uns calados para os outros
E outros a dar-lhes trela
No comboio descendente
De Cruz Quebrada a Palmela...

No comboio descendente
Mas que grande reinação!
Uns dormindo, outros com sono,
E outros nem sim nem não
No comboio descendente
De Palmela a Portimão

Música: Zeca Afonso
Letra: Fernando Pessoa


(Estação de Vidago | comboio em direcção à Régua | 1976)

Clicar aqui para ouvir a música




Um abraço e até breve...

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Projecto de Pavilhão da Fonte de Vidago | Arquitecto Silva Júnior

António Rodrigues da Silva Júnior, nasceu em Paris em 29/04/1868. Tendo concluído o curso do Instituto Industrial e Comercial de Lisboa, em 04/07/1895, tomou posse como Condutor de Obras Públicas nos Serviços Fluviais e Marítimos, passando, depois, pela chefia da Secção de Obras da Alfândega de Lisboa. Em 1921 assumiu a direcção técnica da Comissão Administrativa das Obras da Casa da Moeda. Figura proeminente nas áreas da engenharia e arquitectura portuguesa, recebeu em 1914 uma menção honrosa do Prémio Valmor de Arquitectura. Ao longo da sua carreira produziu mais de duas centenas de projectos, de raiz ou de readaptação, entre os quais se salientam os dos estabelecimentos termais do Estoril e Vidago, das fábricas de cerveja Portugália e Estrela, da Praça de Touros do Campo Pequeno e dos edifícios da Casa da Moeda. Foi, também, o responsável pela remodelação do antigo Casino Majestic, em Lisboa, que gizou em 1917 e veria concretizado dois anos depois, passando, então, a designar-se por Clube Monumental. Fundador da Sociedade Teosófica Portuguesa, da qual foi presidente, e da Liga Portuguesa de Defesa dos Animais, ocupou, ainda, o lugar de secretário da Sociedade Protetora dos Animais de Lisboa.

(Alçados e planta de pavilhão e galeria de abrigo de Fonte de Vidago)

(Esboço de alçados e pormenores de pavilhão de Fonte de Vidago)


(Alçados e planta de pavilhão e galeria de abrigo de Fonte de Vidago)


Fonte: Imagens do arquivo da Câmara Municipal de Cascais



Numa próxima publicação passaremos pela Fonte nº 2.


Um abraço e até breve...

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Carimbos Nominativos: CORREIO DE LOIVOS por VIDAGO


(raridade selo de dois réis e meio | 1889)

(carimbo batido a violeta)

Loivos, utilizou o Correio de Chaves nas primeiras e segundas reformas postais. Em 1889, surge mencionado como provido de Estação Postal, permutando malas com Vidago, das Direcções Postais Ambulantes do Douro e Norte.


Um abraço e até breve...

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Álvaro de Campos | Poema

Saí do comboio,

Saí do comboio,
Disse adeus ao companheiro de viagem
Tínhamos estado dezoito horas juntos..
A conversa agradável
A fraternidade da viagem.
Tive pena de sair do comboio, de o deixar.
Amigo casual cujo nome nunca soube.
Meus olhos, senti-os, marejaram-se de lágrimas...
Toda despedida é uma morte...
Sim toda despedida é uma morte.
Nós no comboio a que chamamos a vida
Somos todos casuais uns para os outros,
E temos todos pena quando por fim desembarcamos.

Tudo que é humano me comove porque sou homem.
Tudo me comove porque tenho,
Não uma semelhança com ideias ou doutrinas,
Mas a vasta fraternidade com a humanidade verdadeira.

A criada que saiu com pena
A chorar de saudade
Da casa onde a não tratavam muito bem...
Tudo isso é no meu coração a morte e a tristeza do mundo.
Tudo isso vive, porque morre, dentro do meu coração.
E o meu coração é um pouco maior que o universo inteiro.

4-7-1934
Álvaro de Campos


(fotografia extraída de negativo de 35mm | estação de Vidago | 1977)




Um abraço e até breve...