quarta-feira, 30 de junho de 2010

Bonifácio da Silva Alves Teixeira - Homenagem

Vou dividir esta homenagem em duas partes:

1ª Parte – 1910

Publicação da notícia do falecimento do benemérito vidaguense Bonifácio da Silva Alves Teixeira.

“Num dos últimos dias de Julho, faleceu em Vidago o sr. Bonifácio Alves Teixeira, de 61 anos de idade, opulento capitalista cujo testamento, como eloquente exemplo de benemerência, adiante publicamos
Bonifácio Alves Teixeira suicidou-se, deixando uma carta em que explicava que o fazia desesperado pela pertinácia feroz de uma doença incurável que há muito o perseguia.
Era um homem excêntrico, mas de uma excentricidade que lhe era perdoada pelo seu espírito superior e liberal, despido de crendices e falsos preconceitos, tendo como principal preocupação atender ao bem-estar dos necessitados e ao progresso da sua terra.
Em 1860, contando 14 anos, foi para o Brasil, demorando-se no Rio até 1885, ficando sucessor da importante casa do seu tio Nicolau Alves Teixeira, já há muito tempo ali estabelecido. Depois, viajou muito, conhecendo toda a América, a Europa e grande parte da Ásia, o que singularmente lhe desenvolveu a já sólida educação. Ultimamente, vivia em Vidago, onde, como já dissemos, se suicidou.
A sua morte foi muito sentida e ao seu funeral acorreram os seus numerosos amigos de todo o País.
A impressão que a leitura do seguinte testamento deixará no espírito dos que souberem compreender-lhe o alto exemplo, dispensa-nos de mais largos elogios ao benemérito cidadão e de maiores homenagens ao seu carácter.”

2ª Parte – 2010Reportagem, do blog “Meu Vidago”, sobre a homenagem do centenário do falecimento do benemérito vidaguense Bonifácio da Silva Alves Teixeira.

Depois de ter recebido e aceite o convite do Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Vidago, Rui Branco, para estar presente na homenagem ao benemérito vidaguense Bonifácio da Silva Alves Teixeira, no dia 27 de Junho de 2010, lá fui até à vila de Vidago com alguma emoção.
Para aqueles que não estiveram presentes, deixo-vos o resumo do programa desta homenagem:

- 10H15 - Quartel dos Bombeiros Voluntários de Vidago - Recepção dos convidados feita pelo Exmo. Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Vidago, Rui Branco,

- 10H30 – Chegada da Banda Musical de Loivos ao Quartel dos Bombeiros para saudação aos convidados presentes,

- 10h45 – Partida para o Cemitério de Vidago para colocação de uma coroa de flores no túmulo de Bonifácio Alves Teixeira,

- 11H30 – Missa de homenagem na igreja paroquial de Vidago,

- 12H30 - Secção solene realizada em frente ao edifício da Junta de Freguesia de Vidago, onde foi descerrada a pedra que suporte o busto de Bonifácio Alves Teixeira. Discursaram o Exmo. Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Vidago, Rui Branco, o Exmo. Sr. Floripo Salvador e por fim o Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Chaves, Dr. João Batista. Foram, também, feitos os agradecimentos aos autores do busto, a Cooperativa Árvore e ao artista Paulo Hernâni. Por fim, visita à Exposição “Magia do Ser” da pintora vidaguense Maria Priscila e que estará presente até ao dia 6 de Julho, na Galeria de Arte “Maria Priscila”,

- 13H30 – Almoço convívio.

Entre os convidados destacam-se o Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Chaves, Dr. João Batista, Exmo. Sr. Presidente da Associação Chaves Viva, Dr. António Ramos, familiares descendentes de Bonifácio Alves Teixeira, Turismo do Porto e Norte de Portugal, Casa de Cultura de Vidago, Casa do Povo de Vidago, Juntas de Freguesias da Ribeira de Oura e Vilarinho das Paranheiras e outros membros de Instituições Vidaguenses. Esta foi uma justa e digna homenagem a este notável vidaguense, que deu tudo por Vidago e pelos pobres.

Nunca esquecerei que a minha primeira exposição foi feita na sua residência (actual Galeria de Arte “Maria Priscila”) e portanto, a minha presença nesta homenagem foi para lhe agradecer esta honra.

Agora que foi feita a homenagem, já podemos dizer: Obrigado vidaguense e descansa em Paz.

Para ler o testamento, clique aqui (site da Junta de Freguesia de Vidago)

1 comentário:

Carlos Caria disse...

Belo trabalho de reportagem Júlio.
Abraço
Carlos